Carnaval PDF Imprimir E-mail

Carnaval: maior espetáculo popular do mundo, patrimônio da cultura brasileira

Hoje o carnaval brasileiro é considerado a maior festa popular do mundo, os três dias de folia além da promoção de espetáculo ajudam a movimentar os números da economia do país.

Mas essa grande manifestação da cultura brasileira tem suas raízes lá na Antiguidade, no início do Cristianismo. O período em que se comemora o carnaval sempre antecede à Quaresma, época do ano bastante sagrada para a Igreja, dedicada ao jejum e a oração até a chegada da Páscoa.

Por isso nos meses anteriores à Quaresma as pessoas se davam ao luxo das extravagâncias, principalmente na ingestão de alimentos derivados de carne.Vem daí a excêntrica sensação de liberdade presente até hoje no carnaval.

No Brasil foram os portugueses que iniciaram a tradição de se comemorar a festa. O entrudo português chegou ao país no século XVII lembrando as manifestações de carnaval que ocorriam na Europa.

No Brasil o entrudo logo sofrera as influências africanas. A percussão dos negros se mistura aos pierrôs e as colombinas, personagens do carnaval europeu, e assim surgem os cordões, blocos carnavalescos e as marchinhas de Chiquinha Gonzaga que a partir do século XIX introduzem as características básicas do carnaval brasileiro.

Não adianta os paulistas reclamarem, apesar da grande evolução que experimentou a partir das últimas décadas do século XX, o carnaval paulistano tem que amargar essa pontinha de dor no cotovelo, porque o carnaval nasceu na cidade do Rio de Janeiro.

A primeira escola de samba surgiu lá, a Estácio de Sá, que se originou do bloco Deixa Falar.

O carnaval carioca e paulista começaram então a se formatar nesse contexto. Foram criadas as ligas de samba e as grandes passarelas, sambódromos, para dar vazão ao espetáculo.

No nordeste do país o carnaval permaneceu com a sua tradição de rua, porém o uso de tecnologias também transformou as festas regionais em espetáculos de massa. Em Recife e Olinda a multidão dança pelas ruas ao som do frevo e do maracatu. Na Bahia enorme trios elétrico e blocos famosos como o Olodum e os Filhos de Ghandi também arrastam a multidão pelas ruas de Salvador. Enquanto isso na região Norte a festa se dá em torno do folclore do Bumba meu Boi.

Escrito por: Redação Raízes
Foto: Ana Lucia Balbino

Para saber mais:

http://www.brazil.ru/pt/carn_2007_2008/carnaval_manaus

http://www.suapesquisa.com/carnaval/

http://www.academiadosamba.com.br/01memoria01.htm

http://www.carnaval.salvador.ba.gov.br